segunda-feira, 19 de março de 2012



PAI
Na tua já longa vida… deste-me a possibilidade e a felicidade de felicitar-te neste dia consagrado aos Pais, de várias maneiras.
Fi-lo num rabisco dum desenho em que eu afirmava que eras TU, fi-lo num postalinho com a letra que iniciei na escrita, fi-lo num telefonema com as palavras certas para o dia certo e fi-lo pessoalmente com aquele beijinho e abraço que tu tanto gostas.
Tudo isso simbolizando o DIA DO PAI,  mas também,  o grande amor que  sinto por ti.
Hoje, só o posso fazer através dum telefonema que irão fazer o favor de te transmitir.
 Não sei se perceberás, presentemente  a vida está a pôr-te à prova, por vezes,  o teu corpo não obedece  à cabeça e a cabeça não obedece ao corpo, e para ti este DIA será mais um dia no hospital ,  tentando lutar com aquilo que não planeás-te  para o fim de vida , mas que infelizmente acontece.
FORÇA velhote….. Eu, e  a família , queremos que saias dessa….
Além de nos fazeres falta, tu próprio ainda tens objectivos para VIVER.

4 comentários:

Maria disse...

Ohhh, que texto tão bonito.
As melhoras do teu pai.

AvoGI disse...

adorei o texto sentido verdadeiro ainda bem que há pais assim
kis :=)

cila disse...

Que texto maravilhoso minha amiga. Não há eloquencia que supere a voz do coração, especialmente quando falamos de alguém de quem tanto amamos.E o teu pai merece todo este carinho.
Um beijinho
Cila

estrela disse...

Hmmm já percebi...de onde vem a tristeza...as melhoras do teu pai Arco, bjs grandes!